PostHeaderIcon LINHAÇA: DOURADA OU MARROM?

Existem dois tipos: a linhaça dourada e a marrom. Não há diferença na composição nutricional entre os dois tipos, ou seja, possuem os mesmos nutrientes, porém a marrom é cultivada em regiões de clima quente e úmido, com uso de agrotóxicos e a dourada é plantada em regiões frias e cultivada de forma orgânica.

Na verdade uma não é melhor que a outra. As duas são ricas em lignanas e fibras dietéticas e as duas contém mais que 50% de fenólicos. Apenas é mais fácil encontrar a marrom.

A semente de linhaça moída trás mais benefícios nutricionais que a semente inteira, que possui uma casca dura, difícil de digerir. Portanto, uma forma fácil quebrar as sementes é passá-la em um processador ou liquidificador na tecla pulsar, para que não vire pó. Depois, guarde-a em refrigerador, e deixe fora da luz. Desta forma, a utilização será ainda melhor

Uma outra forma de conseguir os benefícios da linhaça é consumir o óleo de linhaça, que é extraído da semente inteira, usando métodos de extração desenvolvidos especialmente para este fim (a frio). O produto obtido é engarrafado (para ser usado em saladas ou pratos frios) ou colocado O óleo de linhaça é a principal fonte de ácido alfa-linolênico, lignana, ácido linoléico e vitamina E, e é extraído de suas sementes por compressão a frio, fato que preserva sua atividade funcional. Estudos demonstram que o óleo de linhaça reduz o colesterol total e o mau colesterol, conferindo proteção cardiovascular além de agir como antiinflamatório ao lupus-eritematoso e como antialérgico. Em cápsulas gelatinosas, é utilizado como suplementação de ômega-3.

Embora tanto o óleo quanto a semente de linhaça sejam fontes de ômega, dou preferência ao consumo das sementes por também serem ricas em fibras e em fitoesteróides. que regulam o intestino, pois desempenham papel importante no trânsito intestinal, aumentando o bolo fecal, ajudando ainda a normalizar os índices de colesterol e glicose sanguínea, alem de prevenir câncer de colon, e contribuir para amenizar os sintomas de menopausa.

A semente de linhaça tem as seguintes vitaminas e minerais: vitamina A, E, B1, B6, B12, potássio, sódio, magnésio, fósforo, ferro, cobre, zinco, manganês e selênio. Cada uma dessas vitaminas e minerais tem funções importantes no organismo humano.

Os benefícios da linhaça se potencializam quando a semente é moída ou triturada.

Os ácidos graxos essenciais são imprescindíveis para o corpo humano e uma forma simples de introduzí-los em nossa alimentação é através da utilização de óleos extraídos a frio em substituição aos óleos quimicamente refinados. Além do óleo de linhaça, que apresenta a maior concentração de ômega-3, ainda temos a presença de ômega-6, ômega-7 e ômega-9 nos óleos de gergelim, girassol e macadâmia. Estes óleos apresentam inúmeros benefícios à saúde humana, além de atuarem como coadjuvantes no tratamento de várias patologias.

Fontes: Cyberdiet: COLPO E. et al. Benefícios do uso da semente de linhaça.

E Revista Nutrição em Pauta, edição novembro/dezembro, 2006.

Deixe um comentario

Artigos
Meu Twitter: