PostHeaderIcon SILIMARINA

SILIMARINA
A silimarina, o ingrediente ativo da planta Silybum marianum, ou Carduus marianus vulgarmente conhecido como Milk Thistle, é um dos mais poderosos hepatoprotetores. muito utilizado por suas propriedades colagogas e coleréticas, antialérgicas e estimulante do sistema circulatório.

O fígado é o maior órgão do corpo humano. Pesa cerca de 1,5 kg localizando-se ao lado direito, no quadrante superior da cavidade abdominal, protegido pelas costelas. Esse órgão executa mais de 500 funções importantes em nosso organismo, entre as quais:

Integração entre os vários mecanismos energéticos do organismo; armazenamento e metabolização de vitaminas; síntese de proteínas plasmáticas; Detoxificação de toxinas químicas produzidas pelo organismo; e toxinas químicas externas ao organismo; Filtragem mecânica de bactérias; mControle do equilíbrio hidro-salínico; Síntese de gorduras e secreção do suco biliar. Com relação aos protetores hepáticos, o mais conhecido e utilizado é o silybum marianum ou silimarina. Diversos estudos científicos realizados na Alemanha confirmam os efeitos benéficos da silimarina. Extraída das sementes do cardo marianum e formada por flavonolignanos, a silimarina apresenta grande capacidade regeneradora dos hepatócitos, provavelmente por estimular a síntese de proteínas. Estudos comprovaram seu poder na diminuição dos níveis de bilirrubinas, redução da esteatose hepática e dos níveis de transaminases (Peres, 2006)

Corrige problemas de vesícula, Bastante indicada no tratamento dos distúrbios hepáticos e no combate a hepatotoxicidade causada pelos radicais livres (peroxidação lipídica). inclusive hepatite e cirrose, uma vez que aumenta a secreção e o fluxo da bile, chegando até a curar o fígado de danos tóxicos. Seu nome em inglês significa “erva do leite”, pois promove a secreção do leite e pode ser usada por quem está amamentando.
Um exemplo impressionante do seu efeito se exerce proteção contra o envenenamento grave causada pelo cogumelo Amanita falloides venenosa que causa a morte em 30% das suas vítimas ou reação em cadeia grave intoxicação de radicais livres no fígado .

En los estudios científicos, administrar Silimarina ANTES de producirse el envenenamiento, era 100% efectivo en prevenir daños, e incluso la ingesta 10 minutos DESPUÉS de la intoxicación era capaz de contrarrestar los efectos tóxicos. Em estudos científicos, silimarina administrada antes da intoxicação ocorrer, foi 100% eficaz na prevenção de danos, e até 10 minutos após a ingestão do envenenamento foi capaz de neutralizar os efeitos tóxicos. ¡Sorprendentemente, incluso tomándola hasta 24 horas más tarde aún podía prevenir la muerte y reducir considerablemente el daño hepático. Surpreendentemente, até mesmo levá-lo até 24 horas depois, eles ainda conseguiram impedir a morte e reduzir consideravelmente os danos do fígado.

REGENERACIÓN HEPÁTICA Talvez o efeito mais interessante da silimarina sobre o fígado é a sua capacidade de estimular a síntese protéica. Esta estimulação promove a capacidade do fígado de substituir células danificadas por outras novas, mas também é interessante que o Silymarin não produz o mesmo efeito estimulante sobre o tecido maligno.

GLUTATIONA para uma vida longa. Silymarin aumento de 35% sobre os níveis de glutationa no fígado. Este aminoácido é necessário para desintoxicar o sangue de substâncias nocivas que são tomadas com os alimentos, como o álcool, poluentes, drogas e hormônios no longo prazo, pode causar mais danos. Glutatión neutraliza los radicales libres, además de los residuos metabólicos y hormonales y actúa como poderoso ANTIOXIDANTE, sobre todo en combinación con el SELENIO, para formar la potente enzima GLUTATIÓN PEROXIDASA. Glutationa neutraliza os radicais livres, bem como resíduos metabólicos e hormonais e funciona como um poderoso antioxidante, especialmente em combinação com selênio para formar a poderosa enzima glutationa peroxidase. (¡¡Mantener unos niveles óptimos de esta enzima, sería la clave para una larga vida!!). (Manutenção de níveis ideais desta enzima, seria a chave para uma vida longa!).

ANTIOXIDANTE – Silimarina es por lo menos 10 veces más potente en su actividad antioxidante que la vitamina E. Silymarin é pelo menos 10 vezes mais potente em sua atividade antioxidante do que a vitamina E.

Por sua natureza fenólica, a Silimarina e seu isômero, a Silibinina, são antioxidantes capazes de reagir com numerosos radicais livres, incluindo radicais hidroxila, formando compostos mais estáveis e menos reativos.

Os seus efeitos medicinais são conhecidos desde a Antiguidade: a planta era então usada para tratar a vesícula biliar e o fígado.

As partes mais importantes, do ponto de vista farmacêutico, são os frutos, os aquênios. Os capítulos são colhidos inteiros, à mão, quando amadurecem. Depois de estarem secos faz-se cair os aquênios mecânica ou manualmente, antes de proceder à sua limpeza. Contêm lipídios, albuminas, óleos essenciais e flavonóides importantes, a silibina e a silimarina.

A maior parte da produção é tratada pela indústria farmacêutica e transformada em tinturas, gotas, pastilhas, etc., apresentando um teor em matérias ativas exatamente conhecido.
No estudo relacionado ao diabetes verificou-se que após quatro meses com uma dose de 200 a 300 mg de silimarina três vezes ao dia para pacientes com diabetes tipo 2, conseguiu uma redução considerável em seus níveis de glicose no sangue.

Además registraron reducciones significativas en otras medidas tales como la de la hemoglobina glicosilada, el colesterol total y el colesterol LDL (el llamado “colesterol malo”) y los triglicéridos. Também reduções significativas em outras medidas, como a hemoglobina glicosilada, colesterol total eo colesterol LDL (o chamado “mau colesterol”) e triglicérides.

Al final del estudio, las personas en el grupo que recibió la silimarina tenían niveles reducidos de glucosa en sangre en relación con registros previos. No final do estudo, as pessoas no grupo que recebeu silimarina tinha reduzido os níveis de glicose no sangue em relação aos registros anteriores.

Fontes:

PERES, Rodolfo http://www.fisiculturismo.com.br/artigo.php?id=218 -2006

http://publicalpha.com/silimarina-estudios-clinicos-que-comprueban-sus-beneficios/

Leng-Peschlow E – Uso medicinal e propriedades de flavolignanas de Silybum marianum (Silimarina). Phytotherapy research Vol 10, 1996.

http://curapelanatureza.blogspot.com/2008/06/ervas-que-protegem-o-fgado.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/

http://diabetesstop.wordpress.com/2007/12/06/silimarina-del-cardo-mariano/

Deixe um comentario

Artigos
Meu Twitter: