PostHeaderIcon DICAS QUE AUXILIAM A EVITAR A CELULITE

DICAS QUE AUXILIAM A EVITAR A CELULITE

 

SEUS  INIMIGO, O SAL – REFRIGERANTE

O seu exagerado do sal pode contribuir para a formação de celulite. É muito importante, portanto, que a ingestão de sal seja restringida o mais possível, para facilitar a eliminação dos líquidos. Isso significa não só evitar salgar demais os alimentos como evitar os naturalmente salgados, como anchovas, picles, bacon etc.

O Refrigerante impede que seu organismo sintetize o colágeno (ou seja não deixa produzir colágeno e com isto aparece a celulite)

SUA AMIGA, A ÁGUA

A água é fundamental na luta contra a celulite. Quanto mais água você tomar, tanto mais ativos serão os seus rins na limpeza de seu corpo, eliminando os resíduos pela urina. A dose diária de água deve ser de seis a oito copos sempre tomados entre as refeições. E nada de refrigerantes, sucos em caixinha ou lata, mate, mesmo as versões dietéticas, pois todos são produtos industrializados cheios de aditivos químicos, que sobrecarregam nosso organismo gerando mais inflamação (são reconhecidos como moléculas estranhas). Aumente o consumo de suco de lima da pérsia, melão e melancia, assim como de chá de cavalinha e chá verde para melhorar a circulação linfática e reduzir o acumulo de líquidos e o aspecto ruim da celulite.

UM ALIADO ESPECIAL

Um de seus maiores aliados na luta contra a celulite é o iodo. Ele é a matéria – prima que dá energia à tireóide, a glândula que determina o índice do processo metabólico que queima o alimento para transformá-lo em energia. Essa combustão é importante porque qualquer alimento que não seja queimado de maneira apropriada pode acabar sendo armazenado como gordura indesejável, levando à celulite. Muitos alimentos deliciosos são ricos em iodo. Tente incluí-los regularmente na dieta alcachofra, agrião, alface, alho, aspargo, arroz integral, banana, batata, cebola, cenoura, ervilha, espinafre, frutos do mar, gema de ovo, morango, nabo, pêra, repolho, tomate, uva, vagem.

CUIDADO COM OS PETISCOS

Quase todo mundo tem dificuldades em restringir o hábito de comer apenas às refeições. E são justamente esses petiscos beliscados entre as refeições, são os principais causadores da celulite e, também, do excesso de peso. Os seguintes alimentos não atrapalharão você na luta contra celulite: frutas, iogurte, legumes crus e leite desnatado.
Estes são os “poluentes”. Alguns alimentos devem ser evitados a qualquer preço. São eles os grandes responsáveis pela “poluição” do seu corpo: anchovas, azeitonas, batata frita, bacon, Ketchup, Chucrute, carne de porco, chocolate, enlatados, frituras em geral, frutas oleaginosas, lingüiça, maionese, peixes /carnes defumadas, picles, pizza, refrigerantes, salame e salsicha.
Apesar de não ser estritamente proibido como os alimentos acima, o café deve ser tomado com moderação: não mais que 2 xícaras por dia, de preferência fraco.

 

CONSUMA FRUTAS VERMELHAS,

 

Cereja, amora, uva preta, açaí, framboesa e morango. São alimentos ricos em protoantocianidina, que ajuda a fortalecer os vasos sangüíneos e linfáticos. Além disso, possuem baixo índice glicêmico, alterando pouco a produção de insulina. Outras frutas imperdíveis são: maçã, pêra, grapefruit, pêssego, ameixa e cereja, pelo seu alto teor de fibras, fitonutrientes e antioxidantes com atividade antiinflamatória, que garantem o bom funcionamento do intestino e evitam a inflamação celular.

AS LEGUMINOSAS

 

Feijões  (vermelho, preto, carioca), lentilhas e grão de bico, são carboidratos de baixo índice glicêmico. Como não provocam aumento brusco na glicemia, a necessidade de insulina não é alta, o que afasta a possibilidade de inflamar as células e provocar celulite. São ainda ricos em fibras, que favorecem a eliminação de toxinas pelo bom funcionamento intestinal.

ABUSE DOS VEGETAIS,

 

Brócolis, couve flor, couve de bruxelas, repolho, rúcula, folhas de mostarda e rabanete. Este grupo, quando consumido cru ou cozido no vapor por até três minutos, favorece a eliminação de toxinas do organismo e a circulação sanguínea e linfática, sendo uma estratégia interessante para aquelas que sofrem com a celulite. Outros vegetais com potencial antiinflamatório são o alho, o espinafre e os brotos, pelos seus níveis de antioxidantes e fibras.

ALIMENTOS ANTIOXIDANTES E ANTIINFLAMATÓRIOS

 

Como os temperos: canela, açafrão, cravo, noz moscada, louro, pimenta chilli, pimenta vermelha, orégano, salsa, alecrim, hortelã, tomilho, alho, limão.

INCLUA NO CARDÁPIO NUTRIENTES ESSENCIAIS

 

Selênio (peixe,  salsinha, castanha do Pará, brócolis), potássio (abacate, banana, vegetais), ferro (leguminosas, vegetais verdes escuros), zinco (cereais integrais, castanhas, leguminosas), iodo (peixes e frutos do mar), vitamina B12 (ovos, peixe), vitamina E (nozes, castanhas, óleos vegetais) e magnésio (brócolis, feijão e couve).

EQUILIBRE A FLORA INTESTINAL COM ALIMENTAÇÃO CORRETA.

 

As bactérias ruins e os fungos existentes no intestino podem liberar substâncias inflamatórias que favorecem a obesidade e a celulite. Ao contrário, quando há um número alto de bactérias boas (probióticas), há redução da atividade inflamatória. A flora intestinal se desequilibra por diversos motivos, tais como: uso de medicamentos (sobretudo anti-inflamatórios, laxantes e antibióticos); consumo alto de carne, de gordura animal e de alimentos doces; baixo consumo de grãos integrais, leguminosas, frutas e hortaliças. Quando o intestino está desequilibrado, desvitalizado por dentro, muito do que comemos não é aproveitado pelo organismo. Desta forma, não há boa nutrição, mesmo que bons alimentos sejam incluídos no cardápio.

 

DICAS GERAIS PARA LIVRAR-SE DA CELULITE

  1. Mastigar bem. Não há um número certo de mastigadas por minuto, mas na hora de engolir o alimento deve estar praticamente líquido, sem que você consiga distinguir o que havia colocado na boca.
  2. Evite líquidos durante às refeições. Se for impossível, limite-se a dois golinhos porque 100 mililitros já prejudica o sistema digestivo. Fora das refeições beba pelo menos 8 copos de água por dia.
  3. Alimente-se a cada 3 horas.
  4. Modere o consumo de cafeína e bebidas alcoólicas. O tabagismo e alcoolismo contribuem para o stress oxidativo favorecendo aparecimento da celulite
  5. Observar os níveis de T3 livre (fatores hormonais contribuem ao aparecimento da celulite tais como:  a alta secreção de estrógeno, progesterona e angiotensina, e a baixa secreção de  serotonina e insulina
  6. Consuma  diariamente 2 porções de folhas, 2 de legumes, 3 frutas  pelo  menos uma com casca, 1 concha de feijão ou outra leguminosa, e meia xícara de sementes.  A fermentação  desses alimentos serve de combustível para as bactérias boas, que protegem a nossa flora intestinal.
  7. O mineral silício estimula a microcirculacão modificando a permeabilidade capilar venosa e linfática: alimentos que contém silício: aveia em grande proporção, cevada, salsa, nabo, avelã, feijão, centeio, trigo, banana, alho.
  8. Inclua no seu cardápio alimentos capazes de nutrir a parede do intestino como; óleos, gérmen de trigo, folhas verde-escuros, leguminosas, frutas e frutos do mar, grãos integrais, batata-doce, salmão, sementes oleaginosas.
  9. Use temperos secos ou frescos com alecrim, orégano, gengibre, curry, canela, menta, hortelã. “Todos ajudam  equilibrar a flora intestinal. O mesmo acontece com algumas sementes como as de abóbora, melão  e melancia.

10. Zinco e cobre ingeridos auxiliam em disfunções endócrinas, menopausa, celulite, e disfunções ováricas. (2ml,dia sub-lingual) em forma de cremes, géis auxiliam no tratamento da celulite ou gordura localizada.

11. Consuma probióticos e prebióticos diariamente.

12. Probióticos são bactérias boas, que ajudam a equilibrar a flora. “Os ideais são aqueles que vem em pó ou cápsula. Os contidos em iogurtes tem poucos tipos de bactérias, são muito sensíveis à mudança de temperatura e, na maioria das vezes, são preparados com acúcar, um alimento para os fungos e as más bactérias. Já os prebióticos são os alimentos para as bactérias do bem como: alho, cebola, alho-poró, alcachofra, aspargo, chicória e banana verde. Os prebióticos também podem ser encontrados comercialmente

 

Contribuição de: Patrícia Davidson, nutricionista funcional do Rio de Janeiro

Fonte:Saúde é Vital.

Colaboração revista Boa Forma.

Nutricionista formada pela Faculdade Assis Gurgacz. Especialista em Docência do Ensino Superior – UNIPAN. Extensão universitária em: Cuidados nutricionais e metabólicos pré e pró cirurgia bariátrica; Nutrição e Suplementação especializada no esporte: da teoria à prática; Nutrigemônica e Nutrigenética: implicações práticas na nutrição clínica; Nutrição e Saúde nos ciclos de vida da mulher: suplementação de nutrientes e fitoterápicos; Funcionais, fitoterápicos e suplementos. Workshop de Fitomedicina e Fitoterapia aplicados à nutrição; Nutrição esportiva funcional; Fisiologia da obesidade, da síndrome metabólica e da redução do peso corporal; Nutrição na terceira idade: do diagnóstico ao tratamento; entre outros. Atendimento a gestantes, lactentes, crianças, adolescentes, adultos e idosos e em pré e pró-gastroplastia. Fitoterapia aplicada a nutrição. Terapia Floral- MTC – ortomolecular, auriculoterapia. CRN 4298 Pr

 

 

 

Deixe um comentario

Artigos
Meu Twitter: