PostHeaderIcon DICAS QUE AUXILIAM A EVITAR A CELULITE

SEU INIMIGO, O SAL

O seu exagerado do sal pode contribuir para a formação de celulite. É muito importante, portanto, que a ingestão de sal seja restringida o mais possível, para facilitar a eliminação dos líquidos. Isso significa não só evitar salgar demais os alimentos como evitar os naturalmente salgados, como anchovas, picles, bacon etc.

SUA AMIGA, A ÁGUA

A água é fundamental na luta contra a celulite. Quanto mais água você tomar, tanto mais ativos serão os seus rins na limpeza de seu corpo, eliminando os resíduos pela urina. A dose diária de água deve ser de seis a oito copos sempre tomados entre as refeições. E nada de refrigerantes, sucos em caixinha ou lata, mate, mesmo as versões dietéticas, pois todos são produtos industrializados cheios de aditivos químicos, que sobrecarregam nosso organismo gerando mais inflamação (são reconhecidos como moléculas estranhas). Aumente o consumo de suco de lima da pérsia, melão e melancia, assim como de chá de cavalinha e chá verde para melhorar a circulação linfática e reduzir o acumulo de líquidos e o aspecto ruim da celulite.

UM ALIADO ESPECIAL

Um de seus maiores aliados na luta contra a celulite é o iodo. Ele é a matéria – prima que dá energia à tireóide, a glândula que determina o índice do processo metabólico que queima o alimento para transformá-lo em energia. Essa combustão é importante porque qualquer alimento que não seja queimado de maneira apropriada pode acabar sendo armazenado como gordura indesejável, levando à celulite. Muitos alimentos deliciosos são ricos em iodo. Tente incluí-los regularmente na dieta alcachofra, agrião, alface, alho, aspargo, arroz integral, banana, batata, cebola, cenoura, ervilha, espinafre, frutos do mar, gema de ovo, morango, nabo, pêra, repolho, tomate, uva, vagem.

CUIDADO COM OS PETISCOS

Quase todo mundo tem dificuldades em restringir o hábito de comer apenas às refeições. E são justamente esses petiscos beliscados entre as refeições, são os principais causadores da celulite e, também, do excesso de peso. Os seguintes alimentos não atrapalharão você na luta contra celulite: frutas, iogurte, legumes crus e leite desnatado.
Estes são os “poluentes”. Alguns alimentos devem ser evitados a qualquer preço. São eles os grandes responsáveis pela “poluição” do seu corpo: anchovas, azeitonas, batata frita, bacon, Ketchup, Chucrute, carne de porco, chocolate, enlatados, frituras em geral, frutas oleaginosas, lingüiça, maionese, peixes /carnes defumadas, picles, pizza, refrigerantes, salame e salsicha.
Apesar de não ser estritamente proibido como os alimentos acima, o café deve ser tomado com moderação: não mais que 2 xícaras por dia, de preferência fraco.

CONSUMA FRUTAS VERMELHAS,

Cereja, amora, uva preta, açaí, framboesa e morango. São alimentos ricos em protoantocianidina, que ajuda a fortalecer os vasos sangüíneos e linfáticos. Além disso, possuem baixo índice glicêmico, alterando pouco a produção de insulina. Outras frutas imperdíveis são: maçã, pêra, grapefruit, pêssego, ameixa e cereja, pelo seu alto teor de fibras, fitonutrientes e antioxidantes com atividade antiinflamatória, que garantem o bom funcionamento do intestino e evitam a inflamação celular.

AS LEGUMINOSAS

Feijões (vermelho, preto, carioca), lentilhas e grão de bico, são carboidratos de baixo índice glicêmico. Como não provocam aumento brusco na glicemia, a necessidade de insulina não é alta, o que afasta a possibilidade de inflamar as células e provocar celulite. São ainda ricos em fibras, que favorecem a eliminação de toxinas pelo bom funcionamento intestinal.

ABUSE DOS VEGETAIS,

Brócolis, couve flor, couve de bruxelas, repolho, rúcula, folhas de mostarda e rabanete. Este grupo, quando consumido cru ou cozido no vapor por até três minutos, favorece a eliminação de toxinas do organismo e a circulação sanguínea e linfática, sendo uma estratégia interessante para aquelas que sofrem com a celulite. Outros vegetais com potencial antiinflamatório são o alho, o espinafre e os brotos, pelos seus níveis de antioxidantes e fibras.

ALIMENTOS ANTIOXIDANTES E ANTIINFLAMATÓRIOS

Como os temperos: canela, açafrão, cravo, noz moscada, louro, pimenta chilli, pimenta vermelha, orégano, salsa, alecrim, hortelã, tomilho, alho, limão.

INCLUA NO CARDÁPIO NUTRIENTES ESSENCIAIS

Selênio (peixe, salsinha, castanha do Pará, brócolis), potássio (abacate, banana, vegetais), ferro (leguminosas, vegetais verdes escuros), zinco (cereais integrais, castanhas, leguminosas), iodo (peixes e frutos do mar), vitamina B12 (ovos, peixe), vitamina E (nozes, castanhas, óleos vegetais) e magnésio (brócolis, feijão e couve).

EQUILIBRE A FLORA INTESTINAL COM ALIMENTAÇÃO CORRETA.

As bactérias ruins e os fungos existentes no intestino podem liberar substâncias inflamatórias que favorecem a obesidade e a celulite. Ao contrário, quando há um número alto de bactérias boas (probióticas), há redução da atividade inflamatória. A flora intestinal se desequilibra por diversos motivos, tais como: uso de medicamentos (sobretudo anti-inflamatórios, laxantes e antibióticos); consumo alto de carne, de gordura animal e de alimentos doces; baixo consumo de grãos integrais, leguminosas, frutas e hortaliças. Quando o intestino está desequilibrado, desvitalizado por dentro, muito do que comemos não é aproveitado pelo organismo. Desta forma, não há boa nutrição, mesmo que bons alimentos sejam incluídos no cardápio.

Contribuição de: Patrícia Davidson, nutricionista funcional do Rio de Janeiro

Fonte:Saúde é Vital.

Deixe um comentario

Artigos
Meu Twitter: