PostHeaderIcon ALIMENTAÇÃO DESINTOXICANTE

1) Alimentos BIOGÊNICOS » GERAM VIDA

São a base ideal da alimentação, usando um ponto de vista qualitativo. São os germes, germinados e os brotos dos grãos, dos cereais, das leguminosas, das ervas e das hortaliças.

Os alimentos biogênicos contêm toda a informação genética para tais plantas iniciarem seu crescimento. São extremamente ricos em substâncias nobres à saúde como as vitaminas, sais minerais e oligoelementos, aminoácidos, enzimas, hormônios vegetais, estimulantes biológicos, etc.

Ao ingerirmos esse tipo de alimento cru e fresco, imediatamente ocorrerá um reforço e vitalização das células. Tanto na regeneração como na construção de células e sistemas saudáveis.

2) Alimentos BIOATIVOS » ATIVAM A VIDA

São a base ideal da nossa alimentação do ponto de vista quantitativo. São as frutas, raízes, hortaliças, leguminosas, nozes (sementes oleaginosas), os bagos, grãos e cereais que já estão maduros e são consumidos em perfeito estado, crus ou deixados de molho.

Os alimentos que geram a vida, e os alimentos que ativam a vida são considerados ALIMENTOS VIVOS. Foram previstos pela natureza para assegurar a vida e o bem estar do ser humano. Seu consumo traz vitalidade e saúde em qualquer idade.

3) Alimentos BIOESTÁTICOS » DIMINUEM A VIDA

São os alimentos cuja força vital foi reduzida pelo tempo (alimentos crus armazenados por muito tempo), pelo frio (refrigeração e congelamento) ou pelo calor (cozimento). Estão inclusos aqui as carnes, o leite e derivados e os ovos.

O consumo de alimentos bioestáticos é o resultado de hábitos sociais. Seu consumo assegura o funcionamento mínimo de nosso organismo, mas provoca o envelhecimento das células, pois não lhes fornece as substâncias vivas necessárias para sua saudável regeneração.

4) Alimentos que DESTROEM A VIDA ou BIOCÍDICOS

São os alimentos que predominam na alimentação moderna. São todos os alimentos cuja força vital foi destruída pelos processos físicos ou químicos de refino, conservação ou preparo.

Os alimentos biocídicos foram inventados pelo homem para sua própria perda. Ganham em praticidade, perdem em qualidade. Ganham em prazer, perdem em saúde.

Falamos do açúcar, principalmente o refinado, sal, chá preto, café, chocolate, bebidas alcoólicas, frituras, alimentos industrializados e aditivados, margarina e óleos refinados.

Envenenam pouco a pouco as células com as substâncias nocivas que contêm. É preciso saber que, mesmo em pequenas doses, qualquer produto químico adicionado aos alimentos é tóxico.

Os processos agrícolas modernos e a industrialização introduzem no organismo substâncias que paralisam o instinto alimentar, perturbam a assimilação e bloqueiam a eliminação. Enfraquecem pouco a pouco o sistema imunológico, causam vários problemas de saúde e abrem portas às chamadas doenças da civilização: doenças cardiovasculares, câncer, reumatismo, diabetes e outras doenças degenerativas e doenças mentais.

RESUMINDO
Alimentos que acordam a vida = elevada energia vital:
são os alimentos usados na prática da Alimentação Desintoxicante. São fáceis de digerir e apoiam os mecanismos de desintoxicação do corpo.
» Biogênicos (geram vida)
» Bioativos (ativam a vida)

Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para o bem-estar e qualidade de vida.

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citada a autora.

Recomenda-se a leitura na íntegra do livro Alimentação Desintoxicante – editora Alaúde, o que possibilitará a prática desta filosofia de vida com consciência e responsabilidade.

Deixe um comentario

Artigos
Meu Twitter: